VoltarTodos os artigos
Rita Quaresma
Revisto por Rita Quaresma
Rita Quaresma

Formei-me em Gestão em 2007 e sou Analista de Crédito desde então. Trabalho há mais de 5 anos na Gestlifes, onde já ajudei centenas de famílias a encontrarem as melhores soluções para as suas finanças.

Spread: O Que é? Como Conseguir a Melhor Taxa?

Banco de Portugal

Gestlifes é uma marca JPCOM U. LDA, intermediário de crédito vinculado nº1409.

Se está à procura de um crédito é normal que já tenha encontrado o termo spread.

Esta é uma sigla tão importante que os bancos acabam por utilizar em campanhas de marketing para atrair novos clientes.

Mas, sabe o que é? Como pode influenciar por exemplo, um crédito habitação?

Preparámos este artigo para perceber o que é o spread, como os bancos determinam o valor e como pode conseguir a melhor taxa.

Caso necessite de acompanhamento personalizado para perceber qual a proposta certa para si, a Gestlifes ajuda-o sem qualquer custo associado.

Através de uma simulação online, comparamos as várias propostas do mercado e indicamos-lhe o crédito mais barato com base nas suas necessidades.

Ao pedir um financiamento, a entidade financeira tem um único objetivo: ceder um montante ao cliente e lucrar com o empréstimo.

Ora, é neste momento que entra uma taxa de juro conhecida como “spread.

O spread é, nada mais, nada menos, que a margem de lucro do banco.

Visto que o spread é algo que a instituição de crédito pode aumentar para obter mais lucro, significa que também pode diminuir se determinar que o cliente oferece mais garantias.

Esta variação é bastante conhecida no crédito habitação e está muitas vezes associada ao risco do empréstimo.

spread crédito habitação

Ao simular um crédito habitação já deve ter reparado que é possível encontrar propostas com diferentes spreads.

Porquê?

Como falamos de lucro, significa que a entidade pode atribuir uma taxa diferente consoante o perfil do cliente.

E, é mesmo isto que acontece.

A relação com o banco, o montante pedido, os rendimentos e os serviços adquiridos adicionalmente, podem levar a entidade financeira a oferecer-lhe um spread reduzido, desde que o seu perfil apresente um risco mais reduzido.

Por isso, a margem do banco pode e dever ser negociada. Mas, é algo que vamos abordar mais detalhadamente ao longo do artigo.

A verdade é que esta taxa é usada como marketing pelas instituições de crédito para adquirir novos clientes.

Mas, onde vai encontrar esta taxa numa proposta de crédito habitação?

Apesar de ser a margem da entidade financeira não significa que seja a única despesa para si.

De uma forma geral vai encontrar as seguintes taxas numa simulação de crédito habitação:

  • TAN (Taxa Anual Nominal)
  • TAEG (Taxa Anual de Encargos efetivos Globais)

A TAN, demonstra os juros do empréstimo, ou seja, a soma do spread e a da Euribor.

Enquanto a TAEG, para além dos juros, engloba outros custos e comissões do crédito.

Assim, e apesar do spread surgir em ambas as taxas, é importante olhar essencialmente para a TAEG porque inclui os gastos gerais do empréstimo.

💡 Dica: Quanto maior a TAEG, mais alto será o Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC).

Como é calculado o spread?

Para o consumidor não existe uma forma de calcular o spread antecipadamente.

O banco determina a sua margem e permite que o cliente obtenha outro spread se oferecer mais garantias.

Esta taxa pode ser influenciada por alguns fatores, tais como:

  • Relação do cliente com o banco
  • Risco do empréstimo para a entidade
  • Garantias ao banco
  • Valores praticados pela concorrência
  • Poder de negociação do cliente

Quando o spread estiver formalizado no crédito, não pode sofrer alterações sem existir consentimento do cliente.

O único momento em que o spread pode ser aumentado no decorrer do contrato, é caso o cliente entre em incumprimento ou deixe de subscrever um serviço que lhe permitiu baixar a taxa.

Como em qualquer negócio, existir uma boa relação entre ambas as partes pode resultar num efeito saudável e duradouro.

O mesmo sucede com os bancos e os seus clientes.

Ter um bom historial com a entidade financeira, sem incumprimentos e com outras compras associadas, justifica muitas das vezes uma redução de spread.

O risco do empréstimo é uma caraterística importante para o banco.

Este elemento pode agravar o spread da proposta, caso o perfil do cliente não ofereça garantias à entidade financeira.

Será neste momento que provavelmente vai ouvir falar do Loan-to-Value ou LTV.

📋 Nota: Se a diferença entre o empréstimo e o valor do imóvel for elevada, o risco será maior.

O LTV determina o risco do banco em emprestar dinheiro ao cliente e consequentemente influência de forma positiva ou negativa o spread.

Sempre que o valor do empréstimo e o valor do bem adquirido tenham uma grande diferença, existe a probabilidade do spread ser mais alto.

Para definir o spread, o banco também olha para as garantias que o cliente oferece.

É por isso, que encontramos propostas com um spread reduzido e compras associadas.

Nas condições gerais, é natural que a taxa seja mais alta porque a entidade financeira não abdica da sua margem facilmente. Mas, está pronta para o fazer caso o cliente ofereça algumas garantias noutros produtos, como por exemplo um PPR ou um seguro de vida.

O spread tem um mercado bastante competitivo, o que significa que a concorrência vai ditar o valor desta taxa.

Os bancos também se guiam pelos concorrentes diretos e só desta forma conseguem oferecer propostas mais competitivas para os clientes.

Inclusivamente, conhecer como se encontra a concorrência do seu banco poder ser uma excelente maneira de negociar e para obter uma proposta mais favorável.

💡 Dica: Peça várias simulações online para perceber qual a melhor alternativa de crédito para o seu caso.

Nenhuma entidade financeira vai abdicar de lucro, sem que lhe apresente argumentos suficientes para o fazer.

Para conseguir negociar com o banco será necessário conhecer o mercado de crédito e as condições definidas por cada entidade financeira.

Se precisa de ajuda neste ponto, a Gestlifes tem o conhecimento necessário:

  • Analisamos e comparamos o mercado de crédito
  • Falamos o mesmo idioma dos bancos
  • Alcançamos a melhor proposta

Diariamente acompanhamos vários clientes e ajudamos a obter melhores soluções de crédito através de simulações gratuitas.

Sem qualquer custo ou compromisso para si, o nosso papel é apresentar-lhe a solução certa com base nas suas necessidades.

Para isso, basta apenas realizar um pedido no nosso simulador.

Spread como poupar

Apesar do banco decidir livremente o lucro no empréstimo, são algumas as maneiras que permitem atingir um melhor spread.

Vamos conhecer algumas estratégias?

É através do seu mapa de responsabilidades, que o banco consegue perceber a sua situação financeira:

  • Quantos empréstimos tem
  • Se existe alguma situação de incumprimento
  • Os montantes em falta

Assim, é possível analisar a sua situação de créditos e avaliar o seu perfil enquanto consumidor.

Manter uma boa relação e um histórico financeiro saudável é um sinal positivo para o banco no momento de emprestar dinheiro.

E, se possível, mantenha todas as informações pessoais atualizadas junto da entidade financeira.

Quando realizar um pedido de crédito, a instituição confirma alguns dados internos, como por exemplo os seus rendimentos, e estas informações podem não estar atualizadas.

Na oferta de crédito é comum encontrar os termos “vendas associadas facultativas” ou “spread com bonificação“, mas o que significam?

Ora, estamos a falar de produtos adicionais e totalmente opcionais para o consumidor que permitem reduzir o spread.

Estas são alguns dos requisitos que permitem a redução:

  • Cartões de crédito
  • Domiciliação de ordenados
  • Subscrever determinado tipo de seguro
  • Aderir a um plano de poupança (PPR)

Apesar de permitir obter melhores condições, tenha em conta os custos e comissões que possam estar associados a estes serviços.

Isto porque no fim de contas, pode não estar a conseguir uma poupança.

 📋 Nota: Se precisa de um acompanhamento personalizado, conte com a Gestlifes analisar o mercado de crédito por si e de forma gratuita.

Se procura comprar uma casa às prestações, lembre-se que os bancos também disponibilizam imóveis.

Muitas destas casas resultam de processos de hipoteca, o que permite que as entidades ofereçam um spread mínimo.

Em alguns casos, é também possível pedir um financiamento a 100% para a compra de habitação, ou seja, sem entrada.

Visto que o banco analisa o risco do empréstimo também pelo valor pedido e o preço do imóvel, ao adiantar uma boa quantia como entrada de pagamento pode conseguir:

  • Um spread mais reduzido
  • Prestação mais baixa no crédito

Este são dois fatores importantes para manter a saúde financeira.

Todavia, não adiante todo o dinheiro que tenha na entrada da casa, é que existem outras despesas no crédito habitação, como a valor da escritura e vai precisar de ter algumas poupanças para estes casos também.

É possível que nunca tenha ouvido falar nesta opção, mas sabia que a empresa para a qual trabalha pode ter condições especiais para os seus trabalhadores?

Não exclua falar com a sua entidade patronal para confirmar se existe algum acordo com bancos e instituições financeiras.

Caso já tenha um crédito habitação, pode estar a pagar um crédito com condições tão antigas que só prejudicam as suas finanças.

Mas, e se existir uma forma de conseguir um spread desde 0,95% e um alívio na mensalidade?

Transferir um crédito é uma das melhores estratégias de obter encargos mais baixos.

Como este é ainda um tema relativamente novo para o mercado de crédito, são muitos os bancos que não cobram a transferência de crédito.

💡 Ler mais: Como Transferir Crédito Habitação? Poupe Na Sua Prestação.

Atualmente não faz sentido depender apenas de uma entidade financeira.

O segredo de alcançar um spread mínimo é conhecer toda a oferta, simular online e estar preparado para as variações de preços no mercado.

E, é bastante comum existirem atualizações às ofertas dos bancos.

Visto que a compra de uma casa envolve um montante elevado, justifica-se estar atento e mudar para uma instituição com uma melhor resposta.

spread em Portugal

Em Portugal, o mercado do crédito habitação é tão competitivo que existe uma constante luta pelo spread mais reduzido.

É por isso, que este é um ponto de partida para analisar uma simulação de crédito.

Mas, será que um spread mais baixo, significa sempre que é a solução mais aconselhada?

A verdade é que não.

É importante entender qual o banco que oferece a taxa mínima de spread em Portugal, mas esse é apenas um factor para chegar à melhor proposta de crédito habitação.

Assim, sugerimos:

Visto que a escolha do melhor empréstimo é um processo mais sensível, a Gestlifes conta com uma equipa de especialistas em análise de crédito.

Comparamos o mercado de crédito habitação, confirmamos todas as taxas e encargos e garantimos que consiga a melhor solução possível.

Fazemos este trabalho todo sem qualquer custo para si e pode contar com um gestor dedicado para esclarecer as suas dúvidas.

É verdade que o spread é a principal fonte de rendimento dos bancos quando emprestam dinheiro, mas as entidades financeiras estão dispostas a negociar a margem para ganhar um novo cliente.

O mesmo se aplica a quem já tem um financiamento contratado.

A sua proposta de crédito pode estar totalmente desatualizada e a transferência de crédito pode significar uma redução da sua prestação e do montante total a pagar pelo crédito.

Obter as condições certas depende apenas de si e do poder negocial junto do banco.

Por isso, recorra a uma entidade como a Gestlifes que perceba como analisar o mercado e fale a mesma linguagem das instituições de crédito.

Isto pode resultar numa poupança significativa de dinheiro para si.

Perguntas Frequentes

O que é o spread?

O spread é a margem de lucro de um banco.

Ao pedir um crédito habitação, a entidade financeira inclui um spread que resulta no dinheiro que vai ganhar ao financiar a compra da sua casa.

O spread vai depender de cliente para cliente e do risco avaliado pelo banco, e é por isso que é possível obter melhores condições de spread consoante cada situação.

Saiba tudo sobre o spread e como obter a melhor taxa no nosso artigo.

Como calcular o spread?

Cada banco é que determina o spread do empréstimo, ou seja, para o consumidor não existe uma forma de calcular o spread antecipadamente.

O spread é determinado pela:

  • Relação do cliente com o banco
  • Risco do empréstimo para a entidade
  • Garantias ao banco
  • Valores praticados pela concorrência
  • Poder de negociação do cliente

Se quer perceber como funciona o spread e como pode conseguir melhores condições, leia o nosso artigo.

Como obter o melhor spread?

Conseguir um melhor spread depende de:

  • Conhecer o mercado de crédito
  • Obter várias simulações online para que possa negociar o seu pedido

Todavia, existem outras maneiras de conseguir um spread mais reduzido, que falamos no nosso artigo.

Qual o melhor spread para comprar casa em Portugal?

Se pretende conhecer o banco com melhor spread em Portugal e perceber como pode conseguir a melhor proposta de crédito habitação sugerimos:

Todo o processo não tem qualquer custo e apresentamos-lhe as melhores soluções de crédito habitação do mercado.

Comparamos várias propostas de crédito, incluindo o spread, para que consiga um crédito mais barato.

SIMULAR AGORA! SIMULAR AGORA!