Todos os artigos

Mapa de Responsabilidades – O Que É? Porque Pode Precisar?

mapa de responsabilidades de credito

Ao longo da sua vida, é normal que precise de pedir vários créditos, quer seja para pagar a sua casa, carro ou para o seus projetos pessoais.

Com estas necessidades, pode ser fácil perder o fio à meada de quantos créditos tem e quais os seus prazos de pagamento.

A verdade é que, para organizar a sua gestão financeira, deve ter acesso a essa informação de forma clara e simples. Este é um dos pontos essências para, caso esteja a precisar, pedir um novo empréstimo.

Se não sabe se esta é a melhor altura para o fazer, está na hora de verificar o seu Mapa de Responsabilidades. Neste artigo, mostramos-lhe como o pode obter e ensinamos como o ler corretamente.

O Mapa de Responsabilidades é um documento que inclui a informação individual e detalhada sobre todos os seus créditos. Neste ficheiro vai encontrar:

  • Os seus empréstimos organizados por instituição
  • Número de contratos de crédito feitos
  • Montante total que falta reembolsar
  • Valor que tem em incumprimento
  • Número de contratos com garantias associadas

Este documento é gerado pela Central de Responsabilidades de Crédito.

Esta plataforma funciona como uma base de dados que tem, segundo o Banco de Portugal, “informação prestada pelas entidades participantes (instituições que concedem crédito) sobre os créditos concedidos aos seus clientes.”

Todas as pessoas têm o direito de obter este ficheiro em seu nome a qualquer momento, estando sempre disponível para download.

Com este documento, tem uma visão clara sobre a sua situação financeira e se um banco o vê como um cliente em risco de se endividar.

É por isso que todas as entidades bancárias exigem que forneça o seu Mapa de Responsabilidades para conseguir pedir um crédito.

banco de portugal
O banco central da República Portuguesa recolhe os dados de crédito da população

O Banco de Portugal é um intermediário que reúne a informação prestada pelas financiadoras e disponibiliza o documento.

Desta forma, esta entidade não interfere com os seus dados no seu Mapa de Responsabilidade. Essa responsabilidade cai sobre as instituições bancárias que, caso aconteça alguma atualização, deverão comunicá-la ao Banco de Portugal.

Antes de mais, tem de aceder ao site do Banco de Portugal.

Passo 1. No site do Banco de Portugal, entre na secção “Particulares”.
Passo 3. Escolha a data para consultar os seus créditos.
Passo 4. Valide as condições e autentique-se com os dados das Finanças para obter o mapa.

Depois de o download estar completo, clique no ficheiro. Aqui, terá acesso a todos os créditos que fez junto das instituições financeiras.

Outra alternativa para obter o seu Mapa de Responsabilidades passa por descarregar a nova app gratuita do Banco de Portugal.

Esta aplicação foi desenvolvida para receber notícias e utilizar os serviços mais procurados diretamente no seu smartphone.

O download já está disponível na Play Store (Android) e na App Store (iPhone).

Ao ver o vídeo explicativo do Banco de Portugal, consegue perceber melhor cada parâmetro encontrado no Mapa de Responsabilidades.

Mas vamos entrar ainda mais ao pormenor para que nada fique por esclarecer.

  • Início – Data de início do contrato de crédito.
  • Número de Devedores – Número total de devedores existentes no contrato.
  • Em Litígio Judicial – Indica se algum destes casos se verifica:
    i) Um crédito entrar em incumprimento e a instituição financeira recorrer aos tribunais para recuperar o valor em dívida.
    ii) O devedor contestar o crédito judicialmente.
  • Fim – Data final de término da responsabilidade de crédito.
  • Total em Dívida – Montante que o devedor ainda tem a reembolsar no contrato.
  • Montante de Incumprimento – Caso existam atrasos ou falhas no pagamento do crédito. Aparece da seguinte forma:
    i) Vencido – Valor dos pagamentos em atraso.
    ii) Abatido ao ativo – Crédito em incumprimento cujas instituições financeiras consideram que não conseguirão recuperar.
  • Entrada de Incumprimento – No caso de incumprimento, indica a data em que se registou o primeiro pagamento em atraso.
  • Montante Potencial – Montante que possa advir da dívida no futuro.
  • Prestação – Valor a liquidar periodicamente até terminar o crédito.
  • Periodicidade – Indica a periodicidade das prestações.
  • Garantias – Tipo, valor total e número de garantias associadas ao contrato de crédito.

Exemplo Prático

No final do seu Mapa de Responsabilidades, vai encontrar o resumo de todos os seus créditos até à data escolhida na plataforma de Central de Responsabilidade de Crédito.

mapa de responsabilidades de crédito
O resumo do seu Mapa é uma boa forma de confirmar o estado das suas finanças

Olhando para este exemplo, será que conseguimos intuitivamente dizer quantos créditos esta pessoa tem? Ou se está nas melhores condições para pedir um crédito?

Bem, vamos por partes.

  • Comecemos pelo número de créditos

Neste momento, este indivíduo é tanto devedor, ou seja, detém alguns créditos em seu nome, como é fiador de um crédito de outra pessoa.

Dentro do âmbito de devedor, vemos que já contraiu um crédito pessoal com um segundo titular, dois cartões de crédito a nível individual e está a pagar um crédito automóvel sozinho.

Como fiador, entrou no contrato de outra para a ajudar a obter um crédito habitação.

  • Analise qual o montante em dívida

Na secção “Montante Em Incumprimento”, consegue ver qual o valor que ainda lhe resta reembolsar às entidades a partir da data que escolheu para criar o seu mapa.

Neste caso, repare que esta pessoa está numa situação de incumprimento no crédito automóvel. Como o valor de 250€ indica, provavelmente este individuo falhou o pagamento de uma prestação.

O “Montante Potencial” não é propriamente uma dívida. Quer sim dizer que é possível que tenha de pagar este valor caso partes do contrato não sejam devidamente executadas.

Por exemplo, se falharem com o pagamento do crédito habitação, esta pessoa tem de entrar com o seu próprio dinheiro, pois está como fiadora no contrato.

  • Dados finais

Assim, esta pessoa:

  • Tem o seu nome associado a 5 contratos de crédito
  • Entrou em incumprimento num desses créditos, nomeadamente o crédito automóvel

Com esta informação, podemos dizer que a taxa de esforço desta pessoa pode estar em risco de se tornar alta.

Visto que já está em situação de incumprimento, certamente que esta não será a melhor altura para adicionar um encargo financeiro.

Talvez seja prudente esta pessoa não avançar com um pedido de crédito, pelo menos até saldar as suas dívidas.

Imagine que até se encontrava numa situação semelhante ao exemplo anterior, mas que, entretanto, viu-se livre das dívidas.

Como pode ter a certeza que o mapa já não mostra esse montante em dívida?

Não tem de se preocupar em fazer algum tipo de aviso, pois a entidade bancária onde estabilizou as suas prestações é que tem de comunicar ao Banco de Portugal que você já se encontra numa situação estável.

Mesmo que termine um contrato de crédito, também é da responsabilidade da instituição tratar de todas as atualizações.

O Mapa de Responsabilidades de Crédito é atualizado mensalmente conforme as datas de centralização, que pode consultar aqui.

Como já mencionamos, o Mapa de Responsabilidades é um auxílio a que tenha mais controlo sobre as suas finanças. Obter esta informação é direito de todos os cidadãos e o acesso ao mesmo é uma mais-valia para si.

Com o seu mapa, consegue:

  • Saber quantos créditos tem – Se está a tentar gerir melhor o seu orçamento, pode ser proveitoso que, volta e meia, verifique o seu mapa. Assim, tem a garantia que os seus rendimentos estão em sintonia com as suas despesas.
  • Verificar se tem dívidas – Para evitar entrar em sobreendividamento, veja sempre se tem alguma prestação em atraso.
  • Ver se é possível arcar com mais despesas – No seu mapa, encontra todas as datas e valor que falta reembolsar. Desta forma, tem uma melhor noção das suas prestações e quando pode fazer compras mais avultadas ou subscrever serviços que aumentem as suas despesas.
  • Pedir créditos – O mapa é uma informação que será sempre analisada pelos bancos quando pedir algum produto financeiro. Se o consultar previamente, estará um passo à frente e saberá quando é a melhor altura para avançar com pedidos de crédito.

Caso esteja a ponderar fazer um pedido de crédito, pode utilizar o simulador da Gestlifes. Esta ferramente é gratuita e permite que envie logo toda a documentação no momento da simulação, incluindo o seu Mapa de Responsabilidades.

Após enviar o seu pedido, analisamos várias propostas de crédito de diferentes entidades financeiras. Assim, garantimos que encontra a solução financeira ajustada às suas necessidades.

Como trata de todos os documentos no momento da simulação, conseguirá obter a aprovação do seu crédito mais rapidamente.

Com um Mapa de Responsabilidades com potencial, os bancos vão confiar mais em si

Ora, se as financiadoras confiam mais em clientes que apresentem um bom historial bancário, é natural que, se mostrar um bom potencial no mapa de responsabilidades, terá mais chances de ver os seus pedidos de crédito serem aprovados.

No fundo, as entidades de crédito querem ter a garantia de que os seus futuros clientes vão reembolsar os empréstimos que pedem.

Assim, se tiver sido um cumpridor assíduo das prestações dos seus empréstimos, qualquer entidade o vai ver com capacidade de cumprir com as suas responsabilidades financeiras.

É por isso que a Central da Responsabilidade de Créditos também é chamada de “listra negra” entre as financiadoras. Isto porque identificam facilmente quem mantém ou não com um bom perfil financeiro e se conseguem recuperar o dinheiro emprestado.

Conclusão

Ao ver o seu Mapa de Responsabilidades, percebe melhor a quantas anda. Este documento é uma boa forma de gerir as suas finanças, percebendo quando acabam os seus créditos, quanto falta reembolsar e se tem algum montante em dívida que precise de liquidar.

Isso é importante para conseguir ter uma boa reputação entre os bancos de forma a adquirir futuros produtos financeiros, como é o caso de um crédito.

Além disso, evita entrar em sobrecarga financeira ao confirmar periodicamente as suas responsabilidades de crédito.

Pedir Crédito! Pedir Crédito!