Artigos

Crédito Recusado: Saiba Resolver a Recusa do Banco

Pediu financiamento e viu o seu crédito recusado? Os motivos podem ser variados, mas poderá conseguir resolver o problema. Descubra como.
resolver crédito recusado

Muitas pessoas não estão devidamente informadas sobre os requisitos para ter um empréstimo aprovado e acabam por cometer erros, ficando com o crédito recusado.

Procurar evitar qualquer motivo que origine a recusa de um crédito é a melhor política, mas convém saber que também é possível reverter este cenário.

Lembre-se de que o primeiro passo será sempre escolher e pedir o crédito adequado à sua situação. A Gestlifes pode ajudar com este processo.

mulher a analisar crédito recusado

Sempre que um crédito é solicitado por um cliente, a entidade bancária faz uma análise minuciosa ao risco associado ao empréstimo que está a ser pedido. 

Esta análise abrange várias vertentes do perfil do cliente:

Só após esta avaliação, o banco é capaz de determinar a viabilidade do empréstimo bancário e as condições em que o mesmo será disponibilizado.

💡 Em alguns casos, a primeira fase será uma pré-aprovação do empréstimo (que não garante a aprovação final).

Para facilitar o processo e garantir que o banco consegue fazer a sua análise completa, o primeiro passo será assegurar-se de que apresenta toda a documentação obrigatória:

  • Cartão de Cidadão ou outro documento de identidade; 
  • Declaração de Rendimentos;
  • Declaração de vínculo contratual;
  • Recibos de Vencimento ou Recibos Verdes dos últimos 6 meses;
  • Nota de Liquidação do IRS do ano anterior;
  • Declaração de IRS do ano anterior;
  • Extractos bancários dos últimos 3 meses; 
  • Mapa de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal;
  • Comprovativo de morada; 
  • Comprovativo de IBAN.

São vários os motivos que podem levar o banco a recusar um crédito durante o processo de análise. 

Uma das razões mais frequentes para um crédito recusado é a incapacidade financeira demonstrada através do IRS e dos recibos de vencimento.

Os bancos utilizam estes dados para calcular a sua taxa de esforço e se esta for superior a 50% do total de rendimentos do cliente é muito provável que o crédito seja recusado

Uma forma de baixar a taxa de esforço é adicionar um segundo titular ao crédito. Isto pode obrigá-lo a colocar de parte a ideia de pedir um empréstimo habitação para solteiros.

❗Considera-se que a taxa de esforço ideal não deverá ultrapassar os 30%.

Contudo, esta não é a única razão pela qual o crédito pré-aprovado pode ser negado. Há clientes que veem o seu crédito recusado por outros motivos, sendo que nem todos poderão ser contornados.

Embora seja impossível controlar o desfecho do pedido de crédito, há formas de aumentar as hipóteses de aprovação e, até mesmo, de procurar obter uma resposta diferente caso tenha de refazer o pedido.

⚠️ Muitos créditos são recusados devido à incompatibilidade da taxa de esforço. Procure baixar a sua antes de avançar com o pedido.

Destacamos algumas opções:

  • Pedir o empréstimo em conjunto com outro titular; 
  • Solicitar um montante mais baixo;
  • Ter um fiador;
  • Tentar baixar a taxa de esforço;
  • Ajustar o prazo de maturidade do crédito;
  • Melhorar a sua situação profissional para conseguir mais estabilidade.
homem com crédito recusado

Se tiver mais do que um empréstimo em seu nome, poderá evitar ou contornar o crédito recusado através da consolidação de financiamentos.

Um crédito consolidado permite-lhe baixar a sua prestação mensal, o que acabará por afetar positivamente a sua taxa de esforço e, consequentemente, aumentar a probabilidade de aprovação

Esta solução irá juntar todos os seus empréstimos num único financiamento, passando a ter apenas uma prestação mensal, afeta a uma única taxa de juro e, claro, com um novo prazo de pagamento.

💡 A entidade bancária onde contratar o crédito consolidado irá saldar a sua dívida com os seus credores iniciais. 

A consolidação pode ser aplicada a crédito habitação, através de hipoteca, e créditos ao consumo, como é o caso do crédito auto ou pessoal. Além disso, pode também consolidar cartões de crédito, o que permitirá ter um financiamento com taxas mais baixas.

Esta pode, por isso, ser uma solução muito interessante que lhe trará poupança extra todos os meses.

Importa também referir que muitas entidades bancárias permitem pedir um empréstimo adicional quando já tem um crédito consolidado, evitando um cenário de crédito recusado.

A nossa equipa experiente saberá garantir que escolhe o crédito consolidado ideal para o caso, se decidir avançar. Comparamos o mercado e encontramos a melhor solução.

Embora dependa de diversos fatores, os créditos pré-aprovados podem acabar negados, mesmo apesar de já existir uma aprovação inicial. 

Isto acontece porque muitas vezes a pré-aprovação de um crédito ocorre antes da avaliação cuidada ao cliente e à sua situação financeira.

A pré-aprovação não é vinculativa e, dependendo da tipologia de crédito, há vários passos a tomar para que se torne, de facto, efetiva. 

Crédito Habitação

Após a pré-aprovação do crédito, é necessário avaliar a existência de capitais próprios para a entrada do empréstimo para comprar casa.

Além disso, é também necessário passar por todo o processo de avaliação da habitação para que se averigue se o valor de venda deste está enquadrado com o valor real de mercado, tendo em conta as suas características, e se o empréstimo pode ou não avançar.

Crédito Pessoal

Os empréstimos pessoais são muitas vezes pré-aprovados através das Apps dos bancos ou das plataformas de homebanking tendo em conta o capital médio da sua conta à ordem.

Mas isso não significa que sejam financiamentos mais facilmente aprovados.

Ora, para que o crédito seja de facto aprovado, o cliente terá de enviar ao banco toda a documentação atualizada e relevante para que este possa posteriormente fazer a sua avaliação e concluir se o empréstimo é realmente viável ou se acabará em crédito recusado. 

As entidades bancárias têm processos minuciosos para avaliação dos clientes e da sua capacidade financeira e só concedem créditos a quem cumpre os seus requisitos. 

De forma a evitar um crédito recusado, deverá reunir previamente toda a documentação relevante, garantir que todos os seus dados estão atualizados e verificar se a sua taxa de esforço está enquadrada com o valor que pretende obter

Uma das formas mais viáveis de evitar um crédito recusado passa pela consolidação dos seus créditos já existentes. Desta forma, irá baixar a sua prestação mensal e, consequentemente, diminuir a sua taxa de esforço.

Procura Solução à Medida?
Procura Solução à Medida?
Conte Com a Nossa Ajuda
SIMULAR JÁ
SIMULAR AGORA!