Todos os artigos

Crédito Habitação 100% Financiamento – É Possível?

crédito habitação 100% financiamento

Com o aumento das rendas nos últimos anos, existe uma procura cada vez maior para comprar casa. Tem sido uma forma de “poupar” nas despesas mensais e acaba por ser mais recompensador a longo prazo – dado que fica com um imóvel na sua posse.

É por isso que a maioria dos portugueses faz esta questão, já que pode ser complicado ter o dinheiro de entrada inicial para um crédito habitação.

Pagar menos por mês já é bom, mas será que o processo pode ser facilitado com um crédito habitação com 100% do financiamento?

Ao longo deste artigo saiba o que está em causa neste tipo de financiamento e como pode pedir um crédito habitação em que não gasta tanto dinheiro, seja de entrada como na totalidade.

✅ Sim, porém com uma condição.

De forma a conseguir a totalidade do financiamento para o seu crédito habitação, terá de comprar um imóvel da banca. Caso contrário, o banco só poderá disponibilizar, no máximo, 90% do valor total da casa.

As instituições bancárias foram adquirindo imóveis devido ao incumprimento no pagamento das prestações de crédito habitação de alguns clientes.

Para reaverem o montante investido em clientes que nunca chegaram a reembolsar o empréstimo cedido, os bancos vendem essas casas a preços mais baixos do que os aplicados no mercado e disponibilizam 100% do financiamento.

Talvez esta seja uma resposta um pouco desanimadora e podem-lhe ter passado algumas questões pela cabeça enquanto leu esta explicação. Se calhar até já tem um imóvel em vista e este não está presente na lista de casas na banca.

Mas vamos ver precisamente quais as alternativas e porque é que este procedimento funciona desta maneira através de duas questões:

1. Porque Não Podem os Bancos Financiar Mais do que 90%?

❌ Não podem porque a lei portuguesa assim o define.

Após o período de crise financeira em Portugal, os bancos e instituições financeiras tiveram de limitar a concessão de crédito habitação. Isto porque surgiram demasiados incumprimentos de pagamentos.

Assim, o Banco de Portugal aprovou uma nova lei para a concessão de créditos que entrou em vigor a 1 de julho de 2018. Esta lei exige que o rácio entre o montante do empréstimo e o valor do imóvel dado em garantia (rácio Loan-to-Value, em português, “rácio financiamento garantia”) seja de, no máximo:

  • 90% para créditos em habitação própria e permanente (Decreto-Lei n.º 349/98 – Artigo nº 11)
  • 80% para créditos com outras finalidades que não habitação própria e permanente
  • 100% para créditos para aquisição de imóveis detidos pelas instituições e para contratos de locação financeira imobiliária

Imagine que quer comprar uma casa que custa 150.000€. Segundo a lei, os bancos só poderão financiar até 135.000€. E isto não significa que não financiem menos…

Como o crédito habitação atinge montantes muito elevados, os bancos querem ter o mínimo risco possível. Por isso, o objetivo é que se consiga ter a certeza que os clientes têm capacidade para cumprir com os seus pagamentos.

Desta forma, para comprar uma habitação própria, as instituições bancárias decidem qual a percentagem que cada pessoa terá de pagar de entrada inicial de acordo com a sua situação financeira e este valor será sempre no mínimo de 10% do valor total da habitação.

Ao aplicarem uma entrada inicial, vão reduzir o custo total do crédito cedido e, por consequência, o valor das prestações mensais.

2. Será que Pode Pedir Um Crédito Pessoal Para Financiar a Entrada Inicial?

❌ Não, já que é punível por lei.

Se calhar até conhece alguém que já tenha feito precisamente isto.

A verdade é que é ilegal pedir um crédito que tenha o propósito de arcar com as despesas de uma entrada inicial, mesmo que não seja com a mesma entidade onde queira fazer o crédito habitação.

Digamos que é uma forma de “enganar” os bancos e, hoje, já é punível por lei.

Portanto, se a casa que tem em vista não é um imóvel da banca, então não será mesmo possível um financiamento a 100%.

No entanto, a Gestlifes pode ajudá-lo a conseguir as melhores condições de financiamento. Ao compararmos várias propostas de financiamento de entidades diferentes, terá acesso à melhor opção para o seu caso e para as suas finanças, incluindo a oferta com a entrada inicial mais baixa.

Só tem de fazer a sua simulação gratuita para que analisemos a sua situação e lhe possamos oferecer o crédito habitação com o Montante Total Imputado ao Cliente (MTIC) menor e com mais financiamento.

Como temos em conta aspetos como o MTIC, taxas de juro e prestação mensal, certifica-se que obtém um crédito adequado às suas necessidades e situação financeira.

💡 DICA: Lembre-se que é através da análise destes parâmetros que evitar entrar em incumprimento de pagamentos.

Assim, nunca terá de dar a sua casa a uma entidade bancária por falta de pagamento, como o que aconteceu aos antigos proprietários das atuais casas na banca.

Se ainda está aberto a várias possibilidades, pode-lhe interessar dar uma vista de olhos nas opções da banca.

credito habitacao 100 financiamento
Já consegue procurar imóveis sem sair de casa e as casas da banca não são exceção

Para além de oferecerem preços mais baixos, os bancos também criaram condições mais benéficas para quem compra estes imóveis.

Só tem de ter em mente que, por terem melhores condições, estas casas podem chamar a atenção de mais compradores, por isso deverá tomar a sua decisão com uma rapidez ligeiramente maior. Além disso, é possível que tenha de assinar contrato com a entidade que vende a casa.

Assim, poderá encontrar estas casas em:

  • Balcões das instituições financeiras
  • Sites imobiliários das próprias instituições financeiras
  • Sites de mediadores imobiliários parceiros dos bancos
  • Sites especializados na compra, venda ou arrendamento de imóveis

Outro aspeto a ter em conta é que estas mesmas entidades podem exigir que subscreva a um produto financeiro para facilitar o financiamento. Claro que essas solicitações dependerão de pessoa para pessoa, consoante as suas condições pessoais e profissionais.

Agora pode levantar-se outra questão:

E se já tem um imóvel em vista e este não é um imóvel da banca?

Não se preocupe!

Embora não seja possível conseguir um financiamento a 100%, existem maneiras de conseguir baixar a entrada inicial – é que algumas instituições podem exigir-lhe uma entrada inicial superior a 10%.

Se for esse o seu caso, então existem algumas dicas que o poderão ajudar a chegar ao patamar desejado.

Agora que já sabemos que o máximo de financiamento é de 90% para casas que não estejam na banca, o melhor será chegar a esse patamar.

Para isso, terá de cumprir com certos parâmetros que fazem com que as entidades financeiras tenham mais confiança em si.

Estes são alguns fatores que contribuem para que consiga dar o mínimo de entrada:

  • Situação profissional estável – Convém que esteja com um contrato de trabalho e que apresente rendimentos consistentes para que
  • Adicionar uma pessoa ao contrato – Se ambos tiverem um bom perfil financeiro, será mais fácil comprovar que as mensalidades serão sempre pagas a tempo e horas.
  • Incluir um fiador – Este passo será sempre opcional. Porém, se conseguir arranjar alguém para esta posição, dará pontos extra na confiança do seu pedido de crédito.
  • Ter taxa de esforço baixa – Refere-se à percentagem do seu rendimento que dedica a pagar as suas prestações de crédito e não deverá exceder os 33%. Uma taxa de esforço baixa significa que tem folga financeira para arcar com mais despesas, neste caso, uma prestação de crédito habitação.
  • Não entrar em incumprimentos de crédito – É importante que considere o seu Mapa de Responsabilidades, já que os bancos vão pedir esse mesmo documento antes de propor qualquer empréstimo. Assim, veja se tem alguma dívida e se apresenta um bom histórico bancário.
  • Simular o crédito habitação – O melhor será comparar diferentes propostas de financiamento em várias instituições bancárias já que cada entidade pode oferecer uma entrada inicial diferente consoante as suas condições.

Para o ajudarmos neste último ponto, faça uma simulação gratuita com a Gestlifes. Assim, envia o seu pedido de crédito habitação apenas uma vez e nós reencaminhamos as suas condições de empréstimo para várias entidades financeiras, apresentando-lhe a melhor opção para o seu caso.

Desta forma, não só encontra uma solução com uma prestação mensal menor, como lhe apresentamos a proposta que pede menos dinheiro de entrada inicial.

Só tem de reunir os documentos necessários e preencher com os seus dados pessoais e profissionais. Nós tratamos do resto para que consiga finalizar o seu contrato de crédito sem sair de casa.

Conclusão

Caso esteja à procura de um crédito habitação com 100% de financiamento, há que salientar que isto só é possível caso esteja a adquirir uma casa que esteja à venda na banca.

Se já tem algum imóvel em mente e este não preenche esse requisito, existem formas de reduzir a percentagem de entrada inicial, como adicionar uma pessoa ao seu contrato de crédito ou ter uma fonte de rendimentos estável.

Como cada entidade pode dar uma percentagem de financiamento diferente, deve simular com várias financiadoras para ver quais as soluções que existem.

A Gestlifes pode ajudá-lo nesse aspeto e encontrar a melhor solução para a sua situação financeira. Como cada caso é um caso, temos sempre em vista as necessidades de cada pessoa.

Como obter 100% financiamento num crédito habitação?

Atualmente, os bancos e entidades financeiras só estão habilitados a oferecer 90% de financiamento para a compra de habitação própria ou permanente.

Mas existem formas de diminuir o quanto paga de entrada inicial, Veja aqui como o conseguir.

Posso pedir um crédito para financiar a entrada inicial de uma casa?

Não, já que isso é punível por lei. Por ser ilegal, terá de encontrar outras formas de contornar esse problema.

Uma delas será ao diminuir a entrada inicial por apresentar um bom Mapa de Responsabilidades e mostrar que consegue cumprir com todos os pagamentos das prestações mensais.

Neste artigo, mostramos algumas dicas para que consiga isso mesmo.

Como pedir um crédito habitação com pouca entrada inicial?

Como cada entidade fará uma avaliação individual ao seu pedido de crédito, o melhor será simular com várias financiadoras.

Através da simulação de crédito gratuita da Gestlifes, reencaminhamos o seu pedido a várias instituições bancárias e terá acesso a diferentes propostas de crédito habitação.

Assim, encontrará a opção com a entrada inicial mais adequada para a sua situação financeira.

Pedir Crédito! Pedir Crédito!