Artigos

Crédito Pessoal 120 Meses: Simule a Oferta Mais Baixa

Ainda é possível pedir um crédito pessoal 120 meses e ter mensalidades mais baixas! Conheça a oferta e obtenha uma simulação grátis.
Negociamos a Prestação Mais Baixa
Processo 100% Digital
Serviço Gratuito
Avaliação Google 4.8
Baseado em 254 Comentários
Simule Grátis

Indique-nos de quanto precisa. Nós encontramos a melhor proposta.

2500€
75000€
Somos certificados pelo Banco de Portugal e já ajudámos +5.000 famílias a encontrar as melhores ofertas de crédito.

Alargar o prazo de pagamento de um crédito permite-lhe obter uma prestação mensal mais reduzida

Mas quando falamos de créditos pessoais, o período máximo de pagamento é, por norma, de 84 meses.

Esta limitação existe porque o Banco de Portugal apurou que um crédito 120 meses agrava o risco de endividamento dos portugueses.

Ainda assim, se procura um crédito pessoal 120 meses, deve saber que ainda é possível obter esta solução de financiamento. Contudo, este prazo aplica-se apenas a algumas finalidades específicas, como créditos para saúde ou formação.

Saiba agora como pode pedir um crédito pessoal a 10 anos e como recorrer a um simulador de crédito pessoal 120 meses para ter acesso à oferta mais barata.

Crédito Pessoal 120 Meses

Atualmente, consegue obter um crédito 120 meses nos seguintes tipos de crédito:

  • Crédito Pessoal Saúde, Formação ou Eficiência Energética – Nestas finalidades, consegue pedir um empréstimo pessoal a 120 meses;
  • Crédito Automóvel – Comprar um carro é um dos motivos para beneficiar deste prazo de pagamento;
  • Crédito Consolidado – Com condições específicas, como a inclusão da hipoteca de um imóvel, pode fazer uma consolidação a 10 anos.

Em 2020, o Banco de Portugal decidiu colocar um travão na maturidade máxima do crédito ao consumo, passando o limite de 120 meses (10 anos) para 84 meses (7 anos).

Na sua página, a entidade reguladora refere que:

“A medida agora adotada pelo Banco de Portugal, atuando de forma preventiva, tem como objetivo evitar a acumulação de risco excessivo no balanço dos bancos e garantir que as famílias obtêm financiamento sustentável, minimizando o risco de incumprimento.”

Banco de Portugal

Isto significa que como os clientes mantêm o contrato de crédito por mais tempo, irão pagar mais pelo empréstimo, incluindo juros e encargos.

Ou seja, poupam menos e têm uma dívida maior para liquidar.

Além disso, estão mais facilmente sujeitos a variações económicas e sociais (como a subida da inflação), que podem dificultar o seu cumprimento.

Assim, se quiser pedir um crédito pessoal para fazer obras, pagar despesas ou ir de férias, por exemplo, só poderá pagar, no máximo, em até 84 meses.

Se, por outro lado, a finalidade do montante que pretende se enquadrar nas exceções que referimos acima, saiba quais são os bancos e financeiras onde poderá fazer uma simulação.

Finalidades

Educação, Saúde e Energias Renováveis

Montante

1.000€ – 75.000€

Prazo de Pagamento

12 a 120 Meses

Aprovação

24 – 48 Horas

No que toca ao crédito pessoal 120 meses, são três as finalidades nas quais o Banco de Portugal permite este prazo alargado:

  • Educação – Além dos custos de ingresso no Ensino Superior e em instituições no estrangeiro, também é possível financiar propinas e material de estudo, com condições especiais de um crédito pessoal para jovens;
  • Saúde – Esta finalidade permite pagar cirurgias, tratamentos e outras despesas associadas à saúde do cliente;
  • Eficiência Energética – Para investimento numa habitação mais amiga do ambiente, existe um crédito 120 meses para fazer face a estes custos.

Os montantes de financiamento para o crédito pessoal 120 meses podem variar entre os 1.000€ e os 75.000€, dependendo do banco e da finalidade.

Apesar de, habitualmente, um empréstimo pessoal ser um crédito rápido, com pouca burocracia e facilidade de aprovação, nestas três tipologias existem algumas particularidades a ter em conta.

💡 Para pedir um crédito pessoal 120 meses, terá de apresentar documentos ao banco que provem a aplicação do dinheiro, como um comprovativo de matrícula, um orçamento/plano de saúde ou um projeto associado a eficiência energética.

Por isso, pode esperar que o processo de aprovação seja um pouco mais demorado do que num empréstimo urgente, e sujeito a uma análise mais cuidada por parte do banco.

Dependendo da finalidade que procura, pode encontrar propostas de crédito pessoal a 120 meses em alguns bancos e financeiras em Portugal.

BancoPeríodo de CarênciaMontantesTAEG

Banco

BPI

Período de Carência

Até 60 Meses

Montantes

Desde 1.000€

TAEG

Desde 7%

Banco

CGD

Período de Carência

Até 1 Ano Após Fim Curso

Montantes

5.000€ – 60.000€

TAEG

Desde 5,97%

Banco

Novo Banco

Período de Carência

Até 60 Meses

Montantes

1.000€ – 20.000€

TAEG

Desde 7,4%

Banco

Cetelem

Período de Carência

Não Aplicável

Montantes

1.000€ – 50.000€

TAEG

Desde 6,8%

Banco

Cofidis

Período de Carência

Não Aplicável

Montantes

2.500€ – 20.000€

TAEG

Desde 7,7%

Valores atualizados a 14.03.2024, a partir do website das financeiras.

Se precisar de um financiamento para investir numa licenciatura, mestrado, pós-graduação, ou até mesmo numa formação no estrangeiro, pode pedir um crédito pessoal 120 meses específico para estudantes.

Não só pode utilizar o valor nas propinas ou na taxa de matrícula, como também em materiais ou outros custos com os estudos.

Uma das grandes vantagens do crédito pessoal 120 meses para formação é que pode solicitar ao banco um período de carência. Isto é, um prazo durante o qual só paga juros e não a própria dívida do crédito.

Isto é possível, por exemplo, em entidades como o BPI, na Caixa Geral de Depósitos e no Novo Banco.

BancoMontantesTAEG

Banco

ABANCA

Montantes

2.500€ – 75.000€

TAEG

Desde 5,0%

Banco

BPI

Montantes

Desde 1.000€

TAEG

Desde 7,1%

Banco

CGD

Montantes

5.000€ – 75.000€

TAEG

Desde 6,5%

Valores atualizados a 14.03.2024, a partir do website das financeiras.

Ainda que o crédito saúde constitua uma exceção segundo o Banco de Portugal, são poucas as ofertas no mercado que permitem pagar a 120 meses. Por isso, é verdadeiramente importante simular e comparar.

Deverá sempre apresentar o comprovativo de compra ou fatura pró-forma da despesa em questão, quer sejam equipamentos, medicamentos ou consultas e cirurgias.

BancoMontantesTAEG

Banco

Oney

Montantes

1.000€ – 30.000€

TAEG

Desde 4,7%

Banco

BPI

Montantes

Desde 1.000€

TAEG

Desde 7%

Banco

CGD

Montantes

2.500€ – 75.000€

TAEG

Desde 7,2%

Banco

Millennium BCP

Montantes

1.000€ – 75.000€

TAEG

Desde 6,7%

Valores atualizados a 14.03.2024, a partir do website das financeiras.

Na escolha do melhor crédito pessoal 120 meses para investir em eficiência energética, tenha em atenção as ofertas de cada instituição, dado que existem duas vertentes distintas:

  • Eficiência Energética do Imóvel – Aqui poderá financiar despesas como substituição de janelas, portas, bombas de calor e revestimento em capoto;
  • Equipamentos de Energia Renovável – Ligados à produção e armazenamento de energias renováveis, incluindo painéis solares e carregadores de veículos elétricos.

Para esta finalidade, existem quatro entidades financeiras que oferecem um prazo de pagamento a 120 meses.

Também neste caso, consegue encontrar propostas de crédito pessoal 120 meses com TAEG inferiores a 5%, o que lhe dá acesso a um empréstimo mais barato.

Crédito Automóvel 120 Meses

Para comprar um carro, seja ele novo ou usado, pode ser necessário pedir um crédito automóvel, tendo em conta o valor elevado destes bens.

Esta modalidade é, também, uma das exceções no que toca a prazos de pagamento, sendo possível solicitar um crédito automóvel 120 meses na maioria das entidades financeiras.

💡 Ao pagar um carro durante 10 anos, a sua desvalorização será quase certa, no final do contrato.

Estas são algumas das ofertas de crédito automóvel 120 meses presentes no mercado:

Entidade FinanceiraTAEGMontante

Entidade Financeira

Novo Banco

TAEG

Desde 8,4%

Montante

5.000€ – 75.000€

Entidade Financeira

Cetelem

TAEG

Desde 9,4%

Montante

2.500€ – 75.000€

Entidade Financeira

Credibom

TAEG

Desde 8,65%

Montante

5.000€ – 75.000€

Entidade Financeira

Banco CTT

TAEG

Desde 8,8%

Montante

5.000€ – 75.000€

Entidade Financeira

Cofidis

TAEG

Desde 10,5%

Montante

1.500€ – 50.000€

Valores atualizados a 14.03.2024, a partir do website das financeiras.

Neste tipo de empréstimo, é importante olhar para o termo “reserva de propriedade“, que pode estar associada aos termos do contrato:

  • Pode permitir reduzir os custos do seu crédito;
  • Por outro lado, o carro só ficará em seu nome depois de terminar de o pagar;
  • Em caso de incumprimento, o carro serve de garantia ao banco.

Como cada entidade define as suas condições, é normal que precise de comparar as diferentes propostas antes de formalizar o empréstimo.

Se utilizar um simulador de crédito automóvel 120 meses, pode fazer as devidas comparações através da Ficha de Informação Normalizada (FIN) e assim perceber qual o melhor financiamento para si.

Montante

2.500€ a 75.000€

Prazo de Pagamento

12 a 120 Meses

TAEG

Desde 8,4%

Tempo de Aprovação

24 Horas

Valores atualizados a 14.03.2024, a partir do website das financeiras.

Outra das modalidades deste tipo de financiamento é o crédito consolidado, que lhe permite juntar vários empréstimos num só e obter uma redução da mensalidade ao banco.

💡 A consolidação é muito procurada por quem precisa de cortar nos custos mensais. Por isso, o alargamento do prazo é a chave para conseguir uma prestação mais reduzida.

Quanto maior for o prazo de pagamento, mais baixa será a mensalidade, e é aqui que o crédito consolidado 120 meses é vantajoso para conseguir as melhores condições.

Como o reembolso pode chegar aos 10 anos, consegue pagar os vários empréstimos com mais folga mensal e uma menor taxa de esforço, evitando entrar em incumprimento.

Para além disso, o crédito consolidado 120 meses pode ainda ser tornado num crédito hipotecário, onde é incluído um imóvel como garantia ao banco, permitindo uma redução de custos ainda maior.

Poderá, também, optar por consolidar não só créditos pessoais, mas também juntar crédito pessoal com crédito habitação:

  • Junta diferentes créditos num contrato único;
  • Consegue pagar os seus empréstimos até 40 anos, pois inclui crédito habitação;
  • Obtém uma taxa de juro mais reduzida.
  • Baixa a mensalidade.

É importante destacar que para pedir um crédito consolidado 120 meses não poderá estar em incumprimento dos seus empréstimos atuais, isto é, não pode ter prestações em atraso no seu Mapa de Responsabilidades.

simulador de crédito 120 meses gestlifes
Pode fazer uma simulação de crédito 120 meses com a Gestlifes.

Conforme já referimos, nem sempre as ofertas de crédito 120 meses são claras nos canais das várias financeiras, devido às limitações impostas pelo Banco de Portugal.

Por isso, se procura, por exemplo, um crédito pessoal 120 meses para ter uma prestação mais baixa, falar com um intermediário de crédito é a melhor opção.

Isto porque, para além do alargamento de prazo, existem outras estratégias úteis para garantir mensalidades mais simpáticas para a carteira.

💡 Sabia Que: Em 2022, 43,9% do crédito ao consumo foi concedido através de intermediários de crédito como a Gestlifes?

Pode contar com a nossa ajuda, sendo que este serviço não tem qualquer custo ou compromisso para si.

Comece por obter uma simulação rápida através do nosso simulador crédito 120 meses e receberá, imediatamente, uma prestação estimada para o seu crédito.

Depois, basta enviar-nos a documentação necessária e começamos imediatamente a dar seguimento ao seu pedido, para que tenha a aprovação do crédito pessoal 120 meses em 24 horas.

  • Prestações Reduzidas
  • Prazo Alargado
  • Aprovação Rápida
  • Montante Total Maior
  • Risco de Endividamento
  • Necessário Comprovativo

Será que realmente vale a pena prolongar o prazo do empréstimo a 10 anos? Irá depender de cada caso.

Sempre que é possível alargar um prazo de pagamento e obter uma prestação mais baixa, significa que vai pagar o crédito durante mais tempo e o valor total, também conhecido como MTIC, será maior.

❗ Ao prolongar o prazo de pagamento de um empréstimo vai, inevitavelmente, acumular mais juros a pagar.

Mas não só: a tentação de pedir mais um crédito pessoal ou um novo cartão de crédito acaba por ser maior, quando existe mais espaço no orçamento mensal.

Porém, sem dúvida que o ponto forte de um financiamento a 120 meses é proporcionar mensalidades bastante mais reduzidas em comparação com outros prazos de pagamento.

Vamos tomar como exemplo um crédito automóvel novo, no Novo Banco, no valor de 20.000€.

Para percebermos o impacto de um prazo de pagamento maior nas suas contas, comparamos três cenários diferentes:

MontantePrazo de PagamentoPrestaçãoMTIC

Montante

20.000€

Prazo de Pagamento

120 Meses

Prestação

245,50€

MTIC

30.591,60€

Montante

20.000€

Prazo de Pagamento

84 Meses

Prestação

311,80€

MTIC

27.323,54€

Montante

20.000€

Prazo de Pagamento

60 Meses

Prestação

397,20€

MTIC

24.963,71€

Valores atualizados a 14.03.2024, a partir do website da financeira.

Para este montante, um crédito 120 meses é uma boa opção para poupar mensalmente, pois terá uma prestação mais baixa.

💡 Entre um prazo de pagamento de 120 meses e de 60 meses, temos uma diferença mensal de 151,70€.

Porém, o financiamento ficará mais caro e irá perder dinheiro, a longo prazo. Comparando com o prazo de 60 meses, falamos de um diferença de mais de 5.600€.

Mas uma mensalidade reduzida significa que a sua taxa de esforço também será menor, e isto pode ser crucial para que consiga pagar o empréstimo sem estar em risco de se sobreendividar.

A resposta a esta dúvida não é igual para todos, já que cada caso é um caso. Assim, um crédito pessoal 120 meses pode ou não ser mais vantajoso para si.

Existem três principais cenários em que um crédito a 10 anos é particularmente apelativo:

  • Quando o montante a financiar é elevado, para evitar prestações muito altas ou que o crédito seja recusado;
  • Quando o cliente procura a taxa de esforço o mais baixa possível;
  • Quando um crédito consolidado 120 meses permite melhorar significativamente a saúde financeira.

No fundo, optar por este prazo de pagamento é uma solução a ter em conta se for mais fácil aceder ao financiamento e se lhe permitir gerir melhor as contas do dia-a-dia.

crédito 120 meses cuidados a ter

Um crédito pessoal 120 meses terá um custo diferente de um crédito a 72 ou 84 meses, por exemplo, dado que o valor de juros a pagar será mais elevado.

Para além disso, o cliente ficará com o empréstimo durante mais tempo, o que representa um risco maior para o banco.

Por estes motivos, é importante garantir que tem o que é preciso para que o seu crédito 120 meses seja aprovado:

  • Contrato de Trabalho Efetivo – Não é novidade que os bancos preferem clientes com contratos de trabalho sem termo, principalmente quando falamos de valores mais elevados e prazos alargados. Esta é uma boa segurança que pode fazer a diferença na aprovação do crédito.
  • Ter Fiador – Se não tiver esta estabilidade profissional ou se os seus rendimentos forem insuficientes, a entidade pode solicitar um fiador como garantia em caso de incumprimento do empréstimo.
  • Segundo Titular – Em alguns casos, incluir um segundo titular no contrato de crédito pessoal 120 meses pode ser suficiente, como o cônjuge, por exemplo. Para o banco, isto significa mais uma pessoa a contribuir para os pagamentos mensais.
  • Contratar Seguro de Crédito – Um seguro assegura o pagamento do crédito 120 meses em situações de desemprego, invalidez ou doença, o que significa que o banco não ficará prejudicado se o cliente deixar de pagar a prestação.
  • Ter Histórico Limpo – Ter o seu histórico financeiro sem dívidas é um ótimo indicador para as entidades. Aliás, se tiver uma dívida por pagar, e o seu nome estiver na Lista Negra do Banco de Portugal, é impossível ver um novo financiamento aprovado.
  • Taxa de Esforço Baixa – Se já estiver a pagar um crédito habitação, por exemplo, o banco irá calcular a taxa de esforço para garantir que consegue ter folga financeira para cumprir com os dois contratos.

Lembre-se que, mesmo aos olhos do banco, um empréstimo 120 meses é uma responsabilidade acrescida para 10 anos. Ao longo deste tempo muita coisa pode mudar na vida do cliente.

Por isso, ter a aprovação rapidamente e de forma segura passa por pedir apenas o crédito que tem garantias que pode pagar e nem sempre será um crédito pessoal 120 meses.

Ao pedir um crédito pessoal 120 meses, terá de garantir o envio de alguns documentos para ter a aprovação do banco:

  • Cartão de Cidadão;
  • Comprovativo de Morada Fiscal – Uma cópia de uma fatura de luz, água, gás ou telecomunicações;
  • Comprovativo de IBAN – Obtenha este documento numa caixa multibanco ou através do Homebanking do seu banco;
  • Últimos 3 Recibos de Vencimento;
  • Último Modelo 3 do IRS – Envie a declaração disponibilizada na sua área pessoal no Portal das Finanças;
  • Mapa de Responsabilidades – Encontra este documento ao clicar em “Central de Responsabilidades de Crédito” no site do Banco de Portugal.

Para além destes documentos, que são comuns aos vários pedidos de crédito ao consumo, poderão ser solicitados comprovativos de finalidade, consoante o crédito pessoal 120 meses em causa.

Embora seja uma solução muito procurada, porque permite uma mensalidade que pesa menos na carteira, não deixe de ter em conta alguns pontos na procura por um crédito pessoal 120 meses:

  • Considere Antes de Pedir – Faça as suas contas através da sua taxa de esforço. Se está a pedir um crédito pessoal 120 meses para cobrir alguma despesa considere, por exemplo, uma consolidação com outros créditos ou até renegociar a sua dívida atual.
  • Atente no MTIC do Empréstimo – Conforme já referimos, um financiamento a 120 meses será mais caro, a longo prazo, do que um crédito mais curto. Por isso, não deixe de comparar o MTIC de várias propostas e escolha a que for mais em conta.
  • Procure Simulações Grátis – Em vez de percorrer todos os websites à procura de um simulador de crédito pessoal 120 meses, pode recorrer a um intermediário de crédito para comparar o mercado por si.
  • Evite Instituições Não Comprovadas – Como os prazos alargados são mais controlados pelas financeiras podem surgir algumas propostas de empréstimos particulares que lhe pisquem o olho. Evite ao máximo entidades que não são reguladas pelo Banco de Portugal porque pode facilmente cair num esquema de burla.

💡 Ler mais: Evitar Burlas de Crédito Online: Conheça o Guia da Gestlifes

Atualmente, não é possível encontrar um crédito pessoal a mais de 120 meses em Portugal, incluindo um crédito pessoal 240 meses.

💡 O Banco de Portugal limitou os prazos de pagamento dos créditos ao consumo a 84 meses. Por isso, existem apenas algumas finalidades específicas de crédito pessoal 120 meses, sendo este o limite máximo estabelecido para evitar sobreendividamento dos clientes.

Para prazos superiores a 120 meses, apenas vai encontrar as ofertas de:

  • Crédito Habitação – Este financiamento inclui apenas a aquisição de um imóvel;
  • Crédito Multifunções – Funciona como um “2 em 1”, pois contempla a compra da casa e um montante adicional de crédito ao consumo;
  • Crédito Consolidado Com Hipoteca – Se consolidar um crédito habitação, pode pedir um valor extra e pagá-lo em conjunto com a casa, com prazo alargado de crédito habitação.

Assim, a única maneira de conseguir um prazo de 240 meses ou mais é juntando o seu crédito habitação com um pedido de financiamento extra, num crédito multifunções ou num crédito consolidado com hipoteca.

Irá liquidar ambos os empréstimos no mesmo contrato, os quais poderá pagar num máximo de 40 anos.

Saiba, no entanto, que a casa servirá de garantia para o banco, em caso de atraso no pagamento de prestações.

É importante perceber que formalizar um crédito pessoal 120 meses é um compromisso a longo prazo que requer uma decisão ponderada.

Como os financiamentos de crédito ao consumo têm por norma taxas mais altas, existe um risco maior de endividamento sempre que os prazos são alargados.

Antes de formalizar uma proposta para o seu crédito pessoal 120 meses:

  • Perceba o peso que vai ter nas suas finanças;
  • Conheça a TAEG mais baixa do mercado primeiro;
  • Obtenha várias simulações de crédito e analise todas as condições.

Caso precise de aconselhamento, a Gestlifes pode ajudá-lo a encontrar o empréstimo mais barato e vantajoso para a sua situação.

👪 +5.000

Famílias que já ajudámos!

📣 0

Reclamações no Portal da Queixa!

Perguntas Frequentes

É Possível Pedir Um Crédito 120 Meses?

Sim, atualmente é possível pedir um crédito 120 meses nas seguintes modalidades:

  • Crédito Pessoal (nas finalidades de formação, saúde e energias renováveis);
  • Crédito Consolidado;
  • Crédito Automóvel;

Para outros tipos de financiamento ao consumo, o prazo máximo estabelecido é de 84 meses (7 anos).

Como Posso Pedir Uma Simulação de Crédito Pessoal 120 Meses?

Através da Gestlifes pode realizar uma simulação de crédito 120 meses:

  • Esta simulação não tem custos ou compromissos;
  • Comparamos as ofertas de várias entidades e que incluem prazos máximos de 120 meses;
  • Tem disponível um gestor de conta para o ajudar no processo.

A nossa equipa acompanha-o durante todo o pedido e ajuda-o a tomar decisão final.

Quais as Vantagens e Desvantagens do Crédito 120 Meses?

Um crédito 120 meses é uma boa opção para poupar mensalmente, pois terá uma prestação mais baixa e a sua taxa de esforço também será menor.

Mas lembre-se que será inevitável que este crédito fique mais caro e que perca dinheiro, a longo prazo, dado que o MTIC será maior do que num prazo mais curto.

Porém, esta pode ser uma alternativa para não entrar em incumprimento, caso tenha vários créditos e decida juntá-los num crédito consolidado 120 meses.

 

As Taxas de Juro do Crédito Pessoal 120 Meses São Mais Elevadas?

Não necessariamente, já que depende das ofertas das próprias financeiras. 

Muitas propostas de crédito pessoal 120 meses apresentam até uma TAEG mais baixa do que períodos mais curtos de reembolso.

Além disso, o Banco de Portugal estabelece limites trimestrais aos valores máximos que as taxas de juro podem atingir, nos vários bancos e financeiras.

Desta forma, todo o mercado de crédito é regulado, para impedir que as entidades se aproveitem de certas situações.

Que Documentos São Necessários Para Pedir Crédito 120 Meses?

Ao pedir um crédito 120 meses, terá de garantir o envio dos seguintes documentos:

  • Cartão de Cidadão;
  • Comprovativo de Morada Fiscal – Uma cópia de uma fatura de luz, água, gás ou telecomunicações;
  • Comprovativo de IBAN – Obtenha este documento numa caixa multibanco ou através do Homebanking do seu banco;
  • Últimos 3 Recibos de Vencimento;
  • Último Modelo 3 do IRS – Envie a declaração disponibilizada na sua área pessoal no Portal das Finanças;
  • Mapa de Responsabilidades – Encontra este documento ao clicar em “Central de Responsabilidades de Crédito” no site do Banco de Portugal.

Para além destes documentos, que são comuns aos vários pedidos de crédito ao consumo, poderão ser solicitados comprovativos de finalidade, consoante o crédito 120 meses em causa.

Porque Existem Limitações de Prazos no Crédito ao Consumo?

Estas limitações existem porque, em 2020, o Banco de Portugal percebeu que a maturidade máxima dos créditos estava demasiada elevada, o que colocava em risco os bancos e os consumidores, devido ao aumento do sobreendividamento.

Assim, a entidade reguladora optou por fixar o prazo máximo em 84 meses e permitir um alargamento em algumas finalidades específicas.

É Possível Pedir Um Crédito Pessoal 240 Meses?

Não é possível encontrar um crédito pessoal 240 meses em Portugal.

A exceção é mesmo um crédito pessoal 120 meses, sendo este o período máximo que encontra no mercado de crédito ao consumo.

A única maneira de conseguir um prazo de 240 meses ou mais é juntando o seu crédito habitação com um pedido de financiamento extra, num crédito multifunções ou num crédito consolidado com hipoteca.

Pagar Em 120 Meses?
Pagar Em 120 Meses?
Temos a Solução Para Si
SIMULAR JÁ
SIMULAR AGORA!