Artigos

Qual o Melhor Banco Para Transferir Crédito Habitação? (2024)

Saiba quais são as melhores entidades para transferir o seu crédito habitação em 2024, e como obter condições mais vantajosas para poupar.
Comparamos +10 Bancos
Tratamos da Burocracia Por Si
Serviço Gratuito
Avaliação Google 4.8
Baseado em 184 Comentários
Quer Reduzir o Impacto da Euribor?
Encontramos propostas de transferência de crédito gratuitas para baixar o valor da sua prestação.
Pedido Recebido!
Continue para ver a sua prestação estimada.
Continuar
%
Indique os Seus Dados
Banco de Portugal
Gestlifes é uma marca JPCOM, intermediário de crédito vinculado e autorizado pelo Banco de Portugal nº1409.
Deve colocar o seu nome para prosseguir.
Campo válido
Deve colocar um número válido.
Campo válido
Deve escolher uma opção.
Campo válido
Deve aceitar os termos e condições para prosseguir.
Campo válido
Somos certificados pelo Banco de Portugal e já ajudámos +5.000 famílias a encontrar as melhores ofertas de crédito.

Com a escalada das prestações ao banco, a prioridade de muitas famílias tem sido reduzir este encargo para conseguir poupar.

💡 A taxa de juro média dos novos empréstimos à habitação subiu de 2,23% em setembro de 2022 para 4,26% no mesmo período deste ano, segundo dados do Banco de Portugal.

Por isso, as transferências de crédito são uma das estratégias mais utilizadas para conseguir baixar a mensalidade e obter melhores condições.

Mas com tantas campanhas diferentes, qual é efetivamente o melhor banco para transferir crédito habitação?

Vamos conhecer quais as ofertas das entidades em 2024 que poderão ter um impacto positivo na sua prestação.

Se preferir, ao fazer uma simulação com a Gestlifes, podemos indicar-lhe qual o banco mais vantajoso para o seu caso.

De forma totalmente gratuita, comparamos o mercado por si e apresentamos-lhe a melhor proposta.

como funciona a transferência de crédito

Uma transferência de crédito habitação implica mudar o seu empréstimo para um novo banco.

O principal objetivo é conseguir melhores condições, poupando na prestação mensal e a longo prazo.

Ou seja, ainda que esteja vinculado no pagamento à sua entidade original, não significa que tenha de manter o financiamento nessa instituição até ao final.

Para transferir o crédito, o processo passará pelas seguintes fases:

  • Procurar a transferência mais adequada às suas necessidades;
  • Comunicar ao banco atual a intenção de mudar o crédito para outra entidade, com 10 dias de antecedência;
  • Será analisada a sua capacidade financeira por parte do banco para onde irá transferir;
  • Solicitar uma nova avaliação ao imóvel em causa, para estabelecer as condições do empréstimo;
  • A nova instituição irá liquidar a sua dívida original e assumi-la;
  • Assinar o novo contrato de crédito habitação.

Ao mesmo tempo, pode sempre renegociar com o banco se quiser reduzir a mensalidade.

Inclusive, segundo o jornal Público, 40% dos novos empréstimos para comprar casa já são renegociações de crédito.

Isto significa que cada vez mais os clientes procuram pagar menos e ter o melhor crédito habitação possível.

E, tendo em conta que as taxas de juro não param de subir, existem mais campanhas promocionais para atrair novos clientes.

O melhor banco para transferir crédito habitação irá sempre variar de cliente para cliente.

Tendo em conta que uma transferência pretende, principalmente, aumentar a poupança nos pagamentos da casa, a melhor entidade para si será aquela que terá menos custos mensais e anuais.

💡 Essencialmente, o melhor banco terá a mensalidade mais baixa e o MTIC mais reduzido, de modo a pagar menos pelo seu empréstimo.

Para tal, terá de analisar vários indicadores diferentes, que em conjunto irão contribuir para baixar a prestação e gastar menos dinheiro no processo.

Vamos agora conhecê-los e perceber quais as entidades que têm ofertas mais apelativas, em 2024.

bancos com transferências gratuitas
Bancos com transferências gratuitas de crédito habitação em 2024.

Muitos clientes não gostam da ideia de transferir os seus créditos porque assumem que os custos envolvidos não compensam os resultados.

Mas isto está longe de ser verdade, principalmente numa altura em que a maioria dos bancos oferecem transferências de crédito habitação gratuitas.

No total, falamos de uma poupança de cerca de 1.100€, incluindo:

  • Comissão de Avaliação do Imóvel (~ 240€);
  • Comissão de Formalização (~ 530€);
  • Cópia Certificada do Contrato de Crédito Habitação (43,05€);
  • Registo de Hipoteca Sobre o Imóvel (225€);
  • DPA (20€) ou Escritura (750€), dependendo da entidade.

Para além disso, estas seis entidades suportam a taxa de amortização do crédito habitação, que terá de ser paga ao banco anterior, até 0,5% do valor em dívida.

Existem outros bancos que oferecem os custos iniciais aos clientes, mas nem todos reembolsam este montante pela liquidação antecipada do empréstimo.

Por isso, estas são as instituições que pode priorizar ao procurar o melhor banco para transferir crédito.

Ainda que estas despesas não tenham grande impacto a longo prazo, visto que só são pagas uma vez, é um fator que deve ter em conta se procura gastar o mínimo possível.

💡 Em 2022, o peso dos spreads entre 0,5% e 1% aumentou para 45,4% dos contratos celebrados a taxa variável. Em 2021, era de apenas 32,5%. Fonte: Relatório de Acompanhamento dos Mercados de Crédito

Esta é uma tendência que se mantém em 2024, principalmente depois da queda na procura por empréstimos habitação.

De modo a captar novos clientes, os bancos estão a baixar as suas margens de lucro e, consequentemente, o spread.

BancoSpread MínimoSpread Máximo

Banco

Santander

Spread Mínimo

0,5%

Spread Máximo

1,9%

Banco

Caixa Geral de Depósitos

Spread Mínimo

0,5%

Spread Máximo

2,05%

Banco

Montepio

Spread Mínimo

0,8%

Spread Máximo

1,2%

Banco

Novo Banco

Spread Mínimo

1%

Spread Máximo

1,8%

Banco

Banco CTT

Spread Mínimo

0,8%

Spread Máximo

1,4%

Banco

BPI

Spread Mínimo

0,75%

Spread Máximo

1,6%

Banco

Bankinter

Spread Mínimo

0,75%

Spread Máximo

1,1%

Banco

Millennium BCP

Spread Mínimo

0,8%

Spread Máximo

1,75%

Banco

ActivoBank

Spread Mínimo

0,85%

Spread Máximo

1,75%

Valores atualizados a 08.01.2024, a partir do website das financeiras.

Obter o melhor spread é uma das estratégias mais utilizadas para baixar a mensalidade do crédito, principalmente para empréstimos contratados há vários anos, que por vezes têm valores até superiores a 1,5%.

Existem já vários bancos a oferecer spreads abaixo dos 0,8%, para além de várias campanhas especiais:

  • No Santander, se optar por uma transferência para taxa variável, pode obter um spread de 0,5% nos primeiros 3 anos;
  • O Montepio devolve o valor do spread mensalmente, nos primeiros 2 anos;
  • No Novo Banco, Millennium BCP e ActivoBank pode beneficiar de spread 0%, nos primeiros 2 anos;

Estas campanhas são limitadas a créditos habitação aprovados até ao final do ano, pelo que deve sempre confirmar se continuam em vigor.

Adicionalmente, é importante fazer as contas se estas ofertas são efetivamente vantajosas a longo prazo.

Mesmo que consiga poupar durante dois anos com um spread 0%, será que após o período promocional o valor é mais baixo do que noutras propostas?

E, outro ponto ao qual deve ter atenção é os produtos que terá de subscrever para baixar o spread.

Algumas entidades obrigam à utilização semestral de um montante mínimo em cartão de crédito ou à domiciliação de ordenado numa conta à ordem com comissões de manutenção.

Faça as contas para perceber se uma redução no spread não acabará por sair mais caro.

Mas o spread não é o único indicador de custos do seu empréstimo habitação.

É, sim, aquele que é mais facilmente negociado diretamente com o banco, ao contrário da TAEG do crédito.

Ainda assim, existem bancos com taxas de juro mais reduzidas do que outros.

E, atualmente, pode optar por duas alternativas para baixar a prestação, se tiver um contrato com taxa variável:

  • Mudar de taxa variável para taxa mista;
  • Mudar de taxa variável para taxa fixa.

Como o grande motivo da escalada das mensalidades é a subida da Euribor, fixar a prestação pode permitir poupar dezenas de euros por mês.

Desde agosto deste ano que os contratos com taxa mista ganharam maior expressão do que a taxa variável, que até meio do ano representava mais de 70% dos novos empréstimos.

Precisamente porque, ao dia de hoje, as taxas mistas e fixas já são mais baixas do que a taxa variável.

EntidadeTaxa MistaTaxa Variável

Entidade

Banco CTT

Taxa Mista

Desde 5,1%

Taxa Variável

Desde 5,3%

Entidade

Santander

Taxa Mista

Desde 5,2%

Taxa Variável

Desde 5,5%

Entidade

Millennium BCP

Taxa Mista

Desde 5,2%

Taxa Variável

Desde 5,7%

Entidade

Crédito Agrícola

Taxa Mista

Desde 5,3%

Taxa Variável

Desde 5,2%

Entidade

ActivoBank

Taxa Mista

Desde 5,3%

Taxa Variável

Desde 5,7%

Entidade

Bankinter

Taxa Mista

Desde 5,3%

Taxa Variável

Desde 5,4%

Entidade

Novo Banco

Taxa Mista

Desde 5,3%

Taxa Variável

Desde 5,5%

Entidade

BPI

Taxa Mista

Desde 5,4%

Taxa Variável

Desde 6,5%

Entidade

Eurobic

Taxa Mista

Desde 5,4%

Taxa Variável

Desde 5,5%

Entidade

Montepio

Taxa Mista

Desde 5,6%

Taxa Variável

Desde 5,7%

Entidade

Caixa Geral de Depósitos

Taxa Mista

Desde 5,6%

Taxa Variável

Desde 6,3%

Valores atualizados a 08.01.2024, a partir do website das financeiras.

Se compararmos ambas as modalidades, conseguimos perceber que é mais vantajoso transferir o crédito para uma taxa mista.

Vamos a um pequeno exemplo, para um cliente que tem um crédito habitação de 200.000€, com montante em dívida de 169.000€, a pagar durante mais 25 anos.

Atualmente, tem o crédito no BPI, com taxa variável.

BancoPrestaçãoTipo de TaxaTAEG

Banco

BPI

Prestação

1.058,89€

Tipo de Taxa

Variável

TAEG

5,7%

Banco

Millennium BCP

Prestação

781,77€

Tipo de Taxa

Mista

TAEG

4,8%

Valores atualizados a 08.01.2024, a partir do website das financeiras.

Ao transferir o crédito habitação para o Millennium BCP, com uma taxa mista, consegue uma poupança mensal de 277,12€ nos primeiros dois anos, visto que o banco devolve o spread durante este período.

Após estes dois anos, obtém, mesmo assim, uma poupança por mês de 171,5€.

Se tem receio de fixar a prestação, saiba que não tem de ficar assim para sempre.

Numa taxa mista, pode escolher durante quantos anos manter a mensalidade inalterada.

E mesmo que escolha uma taxa fixa, é possível renegociar o crédito ou voltar a transferir, quando o mercado estiver mais favorável.

Outra das formas de reduzir a sua prestação é contratando novos seguros para o seu crédito:

  • Seguro de Vida;
  • Seguro Multirriscos.

Ambos os produtos são obrigatórios e fazem parte dos custos que paga pelo seu financiamento.

Pode consultar o valor dos seus seguros na FINE do empréstimo.

Ainda que sejam comercializados como parte integrante do crédito habitação, a verdade é que pode ter os seguros numa entidade externa ou até mesmo noutro banco.

Os valores são personalizados para cada cliente, consoante a sua idade e questões de saúde, pelo que os montantes irão depender de cada caso específico.

Ao transferir o empréstimo, tem uma boa oportunidade para procurar por opções mais baratas, que poderão fazer a diferença na sua mensalidade.

Num caso específico de um crédito no valor de 200.000€, para um cliente com 35 anos de idade, a diferença é de 15€ por mês ao fazer o seguro de vida com a MetLife, parceira da Gestlifes.

Prémio Mensal BancoPrémio Mensal MetLifePoupança Anual

Prémio Mensal Banco

27,09€

Prémio Mensal MetLife

11,28€

Poupança Anual

189,72€

Por isso, não deixe de analisar também este fator para reduzir ainda mais a sua prestação.

Já deve ter percebido pelo nosso artigo que não existe UM banco que seja melhor para transferir o seu crédito habitação, em parte porque:

  • As propostas de crédito habitação são adaptadas a cada cliente e à sua situação financeira e perfil de risco;
  • Não existem duas ofertas iguais e um banco pode ser melhor para um cliente, e pior para outro;
  • Há vários fatores envolvidos na poupança ao transferir o empréstimo.

Posto isto, para chegar à melhor solução para si, terá de comparar as propostas que várias entidades lhe oferecerem.

Para tal, pode fazer-se valer dos aspetos que explorámos, como o valor do spread, o tipo de taxa de juro e o preço dos seguros.

💡 O banco que lhe oferecer a maior poupança mensal será sempre o mais vantajoso para si.

Em alternativa, se contactar um intermediário de crédito, este pode fazer o trabalho de comparação por si, de forma totalmente gratuita, e apresentar-lhe a melhor oferta.

A campanha de transferências de crédito habitação por parte dos bancos tem estado ao rubro, este ano.

Atualmente, para além de não existirem custos associados ao processo, torna-se muito vantajoso mudar de taxa variável para taxa fixa e negociar o spread.

Para escolher o melhor banco para transferir o seu empréstimo, terá de avaliar estes vários aspetos, incluindo o valor do spread, a taxa de juro e, acima de tudo, a redução na prestação mensal que conseguirá obter.

A entidade mais vantajosa varia de cliente para cliente, pelo que só comparando propostas conseguirá chegar àquela que é melhor para si.

Perguntas Frequentes

Como Saber Qual o Melhor Banco Para Transferir Crédito Habitação?

Não existe UM banco que seja melhor para transferir o seu crédito habitação, em parte porque:

  • As propostas de crédito habitação são adaptadas a cada cliente e à sua situação financeira e perfil de risco;
  • Não existem duas ofertas iguais e um banco pode ser melhor para um cliente, e pior para outro;
  • Há vários fatores envolvidos na poupança ao transferir o empréstimo.

Posto isto, para chegar à melhor solução para si, terá de comparar as propostas que várias entidades lhe oferecerem.

Qual é a Entidade Com o Melhor Spread Para Transferir Crédito?

Existem já vários bancos a oferecer spreads abaixo dos 0,8%, para além de várias campanhas especiais:

  • No Santander, se optar por uma transferência para taxa variável, pode obter um spread de 0,5% nos primeiros 3 anos;
  • O Montepio devolve o valor do spread mensalmente, nos primeiros 2 anos;
  • No Novo Banco, Millennium BCP e ActivoBank pode beneficiar de spread 0%, nos primeiros 2 anos;

Como Reduzir ao Máximo a Prestação do Crédito Habitação?

Para poupar mensalmente e reduzir o impacto da Euribor, poderá optar por várias alternativas:

  • Mudar de taxa variável para taxa fixa ou mista;
  • Negociar o spread e subscrever produtos do banco;
  • Aumentar o prazo de pagamento;
  • Procurar seguros mais baratos em entidades externas.

Qual é a Transferência de Crédito Habitação Mais Barata?

Atualmente, já existem vários bancos onde poderá transferir o crédito habitação gratuitamente, sem quaisquer custos associados.

Por isso, não precisa de se preocupar com despesas extra, visto que começará desde logo a poupar.

Procura Solução à Medida?
Procura Solução à Medida?
Conte Com a Nossa Ajuda
SIMULAR JÁ
SIMULAR AGORA!